É momento de parar!

Categoria : Revista Idolo
Sub-Categoria : Opinião
Publicado no dia 2019-05-23 11:36:10


É momento de parar!

Sinceramente     falando,     temos de parar! O consumo de álcool no nosso país é um problema de  saúde  pública  e  te-mos  de  pôr  a  mão  na  consciência. Todos  os  dias  acidentes  de viação  causados  por  pessoas conduzindo  em  estado  de  em-briaguez.

Todos os dias violência  doméstica,  tendo  um(a) “bêbado (a)” envolvido. E tudo piora quando já não há “serviço” porque o álcool danificou veias!

As nossas praias viraram cemitérios de garrafas e latas vazias de bebida de todo o tipo. Uma  situação  que  é  exacerbada pelo nosso baixo nível de civismo ofende, desculpa, mas é verdade (não adianta andar de um carro de luxo com motor 3.0, todo terreno ou sport, vestir roupa de grife e da colecção mais cara, frequentar os salões mais  badalados,  se  não  sabe  depositar o lixo no devido lugar, oh!.Temos de parar! Estamos a ficar embriagados demais.

Distraídos   demais   com   o   álcool   que  esquecemos  coisas  importantes.  Se  não   conseguimos   dizer  basta,  nós  próprios,  que  aplique   aquele   decreto   que   proíbe a venda e consumo de álcool na via pública. Não Concordo  e  nunca  concordei  com  a venda e consumo de álcool na via pública. Aplique-se a lei.

Não há voto que pague vidas perdidas  e  que  poderiam  ser  salvas.Vão dizer: mas há quem vive disso. Tudo bem, há solução. Os vendedores  de  álcool  podem organizar-se  em  associação  e  fazer  bares  (que  sugiro  que  o  Município idealize um modelo) de baixo custo e que responde a  todos  níveis  sociais.  Quem sabe nos livramos de vez das barracas! Quem for apanhado a consumir álcool na via pública e/ou apanhado  embriagado  na  rua,  que seja punido exemplarmente desobediência.Eu  não  hesitaria  em  tomar  tal  medida.  Odiar-me-iam  por  momentos,    mas    ser-me-iam    eternamente    gratos.   

Porque    com este tipo de medidas se salva uma geração que está a apodrecer  por  dentro  e  pro-tege-se  uma  que  está  a  entrar  neste caminho. Hoje, meninos de  12  anos  já  estão  nas  barracas e na rua a consumir bebidas alcoólicas. Uma grosseira viola-ão à lei de tão embriagados, nem vê isso.

 

É momento de parar!

 

Por: Fátima Mimbire 

Leave a Comment: