Moçambique: UE prepara programa para desencorajar radicalização em Cabo Delgado

Category : Nacional | Sub Category : Moçambique Posted on 2020-10-15 21:18:44


Moçambique: UE prepara programa para desencorajar radicalização em Cabo Delgado

A intenção da UE é de "encorajar e apoiar o desenvolvimento de uma abordagem integrada para lidar com a violência armada". Terá a chamada "abordagem de três elos".


A União Europeia (UE) defende uma abordagem alargada aos problemas de violência armada na província moçambicana de Cabo Delgado. O grupo já está a preparar um programa com "o objetivo de desencorajar o recrutamento e a radicalização, e que visa fomentar a coesão social", disse à Lusa um porta-voz do corpo diplomático europeu.

O Serviço Europeu de Ação Externa apontou que o alto representante, Josep Borrell, respondeu na semana passada ao pedido de assistência que lhe foi dirigido em setembro pelas autoridades moçambicanas, dando conta da intenção da UE de "encorajar e apoiar o desenvolvimento de uma abordagem integrada para lidar com a violência armada em Cabo Delgado".


Projetos com compahias de gás europeias

Lembrando que UE e Moçambique já abriram um diálogo político focado nessas três vertentes, que proporcionará "a oportunidade de discutir opções concretas de assistência", o mesmo porta-voz sublinhou que já está em marcha assistência humanitária e a nível de cooperação ao desenvolvimento para a região de Cabo Delgado, com programas em curso que constituem "pilares importantes da resposta da União Europeia".

"Entre as ações concretas em curso, há um programa com o objetivo de desencorajar o recrutamento e a radicalização, e que visa fomentar a coesão social", apontou, acrescentando que "o apoio da UE também inclui projetos para a juventude e sociedade civil, para o reforço de capacidades e para a criação de emprego".

A mesma fonte referiu ainda que "está também a ser preparado, com companhias de gás europeias, um projeto de educação e formação vocacional, para garantir que a população local beneficia do desenvolvimento do setor".

Fonte : Dw News

Leave a Comment: