Vem aí “Moçambique às 4 Rodas”

Category : Turismo | Sub Category : Moçambique Posted on 2020-03-25 09:12:58


Vem aí “Moçambique às 4 Rodas”

A formosura de Moçambique nos ramos da cultura, da tradição, da gastronomia, atracções turísticas e potencialidades económicas de cada província ou região serão trazidas ao de cima pela plataforma “Moçambique às 4 Rodas”.

Trata-se de um projecto, pré-lançado recentemente em Maputo, e que tem como objectivo contribuir para a promoção e posicionamento de Moçambique como destino turístico de eleição no mundo a médio e longo prazo. A plataforma foi desenvolvida pela Criattus.

“Vamos investir para uma boa apresentação da marca Moçambique nos motores de busca, através de uma estratégia específica que visa optimizar os resultados e garantir que a marca do nosso País alcance um bom posicionamento a médio e longos prazos. Pensamos em soluções de conteúdo, palavras-chave e outros assuntos que podem colocar-nos nas primeiras páginas dos motores de busca na internet”, explicou Quessanias Matsombe, Administrador da Criattus.

Quanto ao conteúdo referido por Matsombe, far-se-á uma viagem do Rovuma ao Maputo, do Zumbo ao Índico e será produzido um programa que privilegia a interacção espontânea e divertida entre a apresentadora e a população local. A ideia é que seja um programa para toda a família, numa linguagem que abrange todas as idades.

Para tal foi assinado um protocolo entre a Criattus; a Televisão de Moçambique (TVM); a Federação Moçambicana de Turismo e Hotelaria; e o Instituto Nacional do Turismo.

O acto de pré-lançamento da iniciativa foi dirigido pelo Vice-Ministro da Cultura e Turismo, Fredson Bacar, que na ocasião encorajou aos mentores do projecto e seus parceiros para atentarem para o mercado interno que, segundo o governante, já começa a despertar para o turismo.

“Queremos fazer os moçambicanos viajarem por Moçambique. E aqui, lançamos um desafio às companhias aéreas e operadores turísticos, para que apostem no mercado doméstico moçambicano”, introduziu Bacar.

“É importante para isso apostar nos programas de incentivo a viagens em baixa temporada, programas voltados a jovens e a trabalhadores, integrando ofertas na época baixa, vantagens exclusivas e crédito diferenciado. Dessa forma, poderemos aumentar a taxa de ocupação dos voos domésticos e dos hotéis, o que terá um efeito colateral de reduzir as tarifas”, concluiu.

Leave a Comment: