África do Sul envia missão a países africanos após onda de violência xenófoba

Categoria : Internacional
Sub-Categoria : SapoMz
Publicado no dia 2019-09-16 08:57:04


África do Sul envia missão a países africanos após onda de violência xenófoba

A missão, composta pelo ex-ministro da energia Jeff Radebe, o embaixador Kingsley Mmabolo e o veterano do partido no poder Khulu Mbatha, visitará Nigéria, Níger, Gana, Senegal, Tanzânia, República Democrática do Congo e Zâmbia, refere a presidência sul-africana em comunicado divulgado hoje na página oficial de internet.

Moçambique e Portugal, cujas diásporas na África do Sul foram também afetadas pela violência xenófoba, não são mencionados no comunicado presidencial como parte do itinerário dos enviados especiais nomeados pelo chefe de Estado sul-africano.

O comunicado adianta que os enviados especiais partiram da África do Sul no sábado "para entregar mensagens de solidariedade a vários Chefes de Estado e de Governo em África".

De acordo com o comunicado, os enviados são portadores de uma mensagem do presidente Ramphosa "sobre os incidentes de violência contra imigrantes estrangeiros na África do Sul, que se manifestaram em ataques a estrangeiros e na destruição de propriedades".

"Os enviados especiais têm a tarefa de tranquilizar os países africanos de que a África do Sul está comprometida com os ideais de unidade e solidariedade pan-africanas. Os enviados especiais vão também reafirmar o compromisso da África do Sul com a Lei e Ordem", salienta a nota.

A presidência da República sul-africana refere ainda que "os enviados especiais têm por missão informar os governos dos países africanos identificados sobre as medidas que o governo da África do Sul está a tomar para parar com os ataques e responsabilizar os perpetradores".

Pelo menos doze comerciantes e empresários portugueses, em Malvern, Benrose, Jeppestown, Germiston, Denver, Tembisa e Katlehong, epicentro do conflito em Joanesburgo, foram alvo de violentos saques e destruição dos seus negócios, alguns prédios na sua totalidade, perante a passividade da polícia sul-africana e dos bombeiros locais, segundo informações recolhidas pela Lusa.

Segundo estimativas relatadas à Lusa pelos proprietários, os prejuízos materiais nas lojas portuguesas ascendem a 43,5 milhões de rands (cerca de 2,7 milhões de euros).

Dados do Ministério dos Negócios Estrangeiros moçambicano, indicam que a recente onda de violência xenófoba na África do Sul afetou mais de 400 moçambicanos.

Os últimos dados oficiais das autoridades sul-africanas indicam que a recente onda de violência xenófoba contra locais e estrangeiros resultou na morte de 12 pessoas, a maioria sul-africanos, mais de 600 detidos e no repatriamento voluntário de 600 nigerianos e cerca de 140 moçambicanos desde o início, a 01 de setembro.

 

Temperatura em Moçambique

Revista Idolo

INNOQ e CBS ligados pela certificação de qualidade O Instituto Nacional de Normalização e Qualidade (INNOQ) e a Corporate Business School - Escola Superior de Gestão Corporativa e Social acabam de juntar sinergias através da assinatura de um memorando de entendimento, visando dar pulso e maior dinâmica a economia nacional, com a implementação do processo de certificação de pequenas e médias empresas.

Renault Moçambique | Carros Novos e Usados, Após-venda e Peças

Descubra a gama de automóveis e serviços da Renault em Moçambique. Visite-nos se está a pensar comprar um carro, novo ou usado!


A BOLA - Homepage

A BOLA, toda a informação desportiva. Acompanhe todas as notícias do seu clube ou modalidade preferida, para onde quer que vá.


Home PT - Bolsa de Valores de Mocambique

Bolsa de Valores de Mocambique

Pesquisar
Leave a Comment: