MAPUTO DEBATE USO SUSTENTÁVEL DOS OCEANOS

Categoria : Meio Ambiente
Sub-Categoria : Oceanos
Publicado no dia 2019-05-14 19:54:03


MAPUTO DEBATE USO SUSTENTÁVEL DOS OCEANOS

O Governo de Moçambique apresentou, esta quarta-feira, dia 3 de Abril, a 1ª Conferência Internacional ‘Crescendo Azul’, que se realizou nos dias 23 e 24 de Maio, no Centro de Conferências Joaquim Chissano, em Maputo. 

Durante dois dias, o evento reuniu especialistas nacionais e internacionais para debaterem temáticas ligadas à sustentabilidade dos Mares e Oceanos. A Conferência Internacional, que será bienal, contou com o apoio do Reino da Noruega e de outros parceiros de cooperação e teve como lema “Exploração Sustentável e Compartilha do Oceano”, focando-se na importância dos Mares e Oceanos para a humanidade enquanto fonte de vida.

A cerimónia de apresentação do evento foi presidida pelo Primeiro-Ministro, Carlos Agostinho do Rosário, e contou com a presença de vários membros do Governo e do Corpo Diplomático acreditado em Moçambique. No seu discurso, o Primeiro-Ministro destacou que “a Conferência Crescendo Azul deve servir de plataforma de busca de conhecimentos e troca de experiências no que diz respeito à preservação e utilização cada vez mais sustentável do Oceano”. 

Carlos Agostinho do Rosário garantiu ainda que “tendo em conta o potencial decorrente da extensa costa marítima que o país possui, o mar proporciona um leque de oportunidades para o desenvolvimento da nossa economia”, referiu o governante, acrescentando: “Este imenso potencial oferece ao nosso país a possibilidade de gerar mais emprego e renda, sobretudo para mulheres e jovens e, desse modo, contribuir para o crescimento da nossa economia”. 

Moçambique posiciona-se, assim, na linha da frente em questões de conservação da natureza, juntando-se ao movimento global lançado pelas Nações Unidas e por vários organismos responsáveis pela sustentabilidade dos Oceanos. 

Através da Agenda 2030, que define os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), a ONU tem vindo a projectar a importância da defesa dos Oceanos a nível global. Em causa está a coordenação de acções internacionais de protecção ao meio ambiente e de promoção do desenvolvimento sustentável. 

Durante a Conferência ‘Crescendo Azul’, serão debatidas questões como a Governação Oceânica, os Transportes Marítimos e Ecoturismo, os Recursos Oceânicos e o Uso Sustentável dos Oceanos. Refira-se que a região do Oceano Índico Ocidental e, particularmente o Canal de Moçambique, é extremamente rica em biodiversidade e ecossistemas marinhos costeiros, sendo este um país com uma imensa riqueza natural. A sua longa costa, com 2.700 quilómetros, encerra inúmeras riquezas e potencialidades que é imperioso preservar. 

Com esta Conferência, Moçambique pretende trocar experiências de modelos em curso em países com historial de sucesso, na implementação de diferentes áreas da Economia Azul; promover a investigação e tecnologia para o desenvolvimento da Economia Azul na região.

Igualmente, pretende-se identificar linhas de actuação conjunta que contribuam para acelerar a concretização dos compromissos nacionais, regionais e internacionais assumidos pelos países da região Ocidental do Oceano Indico. O país pretende, ainda, colocar a conservação da biodiversidade como factor de desenvolvimento sustentável com base no Oceano.

Leave a Comment: